Placa de Mica

Mica, que vem do latim micare (brilho), é um termo genérico aplicado ao grupo dos minerais constituído por silicatos hidratados de alumino, potássio, sódio, ferro, magnésio e, por vezes, lítio, cristalizado no sistema monoclínico, com diferentes composições químicas e propriedades físicas

O grupo das micas possui mais de 30 minerais classificados em micas ditas verdadeiras, micas frágeis e as de intercamadas deficientes. Os minerais de mica mais conhecidos são: moscovita, biotita, lepiodolita, glauconita, paragonita, flogopita, dentre outros

A moscovita se apresenta nas categorias “folha” (sheet) e “moída” (ground). A mica folha pode ser classificada com base na cor, assim como no tamanho máximo de lâminas, o que permite a sua subclassificação em:

  • blocos – com espessura mínima de lâmina de 180 µm;
  • finos – com espessura entre 50 e 180 µm;
  • filmes – qualidade superior aos blocos com espessura entre 20 e 180 µm;
  • splittings – lâmina com máximo de espessura de 30 µm e área útil de 483 mm2.

Mineralogia

Os silicatos ocorrem na crosta terrestre com elevada abundância, acredita-se que cerca de 90% da crosta terrestre seja constituída de alguma forma por minerais da classe dos silicatos. A unidade básica na constituição desses minerais é o composto SiO4 formando uma estrutura tetraédrica e um grupamento aniônico com quatro cargas negativas. As diferentes maneiras, por meio das quais esses tetraedros se combinam, resultam nas subclasses de silicatos.

Geologia

A moscovita é um dos tipos de mica mais comum, podendo ocorrer em uma grande variedade de ambientes geológicos, em rochas ígneas, metamórficas e sedimentares.

No Brasil, as micas são encontradas em diversas regiões pegmatíticas, a exemplo das ocorrências pré-cambrianas da província pegmatítica da Borborema, localizada na borda ocidental do Planalto da Borborema e na região do Seridó, nos estados da Paraíba e Rio Grande do Norte. Nessa região há centenas de corpos pegmatíticos encaixados em micaxistos, quartzitos e gnaisses. Outras ocorrências importantes de pegmatitos no Brasil são as da região de Governador Valadares (Minas Gerais) e de Perus (São Paulo). A moscovita também ocorre em alaskitos, em rochas metamórficas (xistos e gnaisses) e em rochas sedimentares

Lavra

O método de lavra utilizado para a produção de moscovita depende, naturalmente, das condições da ocorrência e do tipo de minério. No caso da mica lixo, utiliza-se a lavra a céu aberto, com o emprego de métodos convencionais. Nesses casos, a remoção do minério é feita com uso de equipamentos convencionais como trator, retro-escavadeira e pá mecânica. O baixo valor agregado da mica, em várias situações, é um fator limitante ao uso da lavra subterrânea (Luz et al., 2001). Em situações onde a moscovita ocorre em rochas mais duras, o desmonte é feito com perfuração e explosivo

Uso

A Placa de Mica possui várias aplicações industriais, particularmente na indústria eletroeletrônica devido à sua elevada resistência dielétrica e resistividade, baixa perda de potência (elevado fator Q) e baixo coeficiente de temperatura. Além dessas propriedades, a moscovita resiste a temperaturas de 600 a 900ºC, e pode ser facilmente moldada em diferentes formas e tamanhos.

Sugestão de Aplicação

  • Janela de Microondas

    Essas janelas possuem excelente resistência mecânica e baixa perda de energia, e a mica pode ser colocada

    utilizando métodos de baixa temperatura.

  • Condensador

    A moscovita possui em média constante dielétrica em torno de 7,0. Tal característica permite sua utilização em todos os tipos de aplicações eletrônicas.

  • Transistor

    As excelentes propriedades mecânicas e elétricas da moscovita, aliadas à elevada resistência à perda de carga superficial, à baixa absorção de umidade e à habilidade de dissipar calor, torna a moscovita ideal para este tipo de aplicação.

  • Isolante intercamada

    A moscovita, com espessura de 100 µm, é usada como isolantes para espiras usadas em transformadores classe H. O uso do mineral neste caso faz com que se diminua o tamanho e o peso dos transformadores.

  • Resistência

    As propriedades de elevada resistência mecânica ao aquecimento, bem como a baixa densidade aparente são apropriadas para a confecção de resistências.

  • Tubo de vácuo

    Atualmente constitui-se na aplicação mais usual da moscovita do tipo folha por esta possuir alta resistência mecânica, propriedades elétricas e por poder ser precisamente moldada.

  • Tubos e buchas

    Isolantes para componentes elétricos requerem tubos inorgânicos que podem ser feitos por moscovita.

Placa de Mica

Vídeo do Produto

ENTRE EM CONTATO AGORA!

FALA COM O REPRESENTANTE